Blog


Olha só!, é um blog olho no olho, quero dizer, palavra no ouvido, grito no espaço, segredo e colapso público. É pra conversar um pouco pois é conversando que a gente se entende. Um pouco. Em tempo: todas as fotografias são do mesmo autor dos textos.
12 de agosto de 2009

COISA QUE NÃO FALECE

te amar não é trabalho fácil. muito pelo contrário, é um labor árduo. por isso, ardo, cintilo, fluorescenço, braso, fógo por este amor. te amar, moça, […]
9 de agosto de 2009

JANELAS ABERTAS Nº?

sim, eu deveria abrir os sótãos e os porões em chamas para tentar salvar as almas e monstros que me habitam. eu ficaria só como assistente […]
5 de agosto de 2009

AMARGOSA

“solidão é lava que cobre tudo amargura em minha boca sorri seus dentes de chumbo”. Paulinho da Viola   solidão é aquela pepita de um dourado […]
5 de agosto de 2009

VIRAR LATAS

“é sobrehumano amar” José Miguel Wisnik   Amar, meu amigo, minha amiga, é coisa de bicho. é ato cavalar, coisa de ornitorrincar o ser. e girafear, […]
5 de agosto de 2009

SUSPIRO

o dia que era claro e vívido quedou cinza túrgido. mas eu cá, em meu íntimo, inda te vejo e sinto linda. linda e úmida. marco/05.08.2009.
1 de agosto de 2009

FUMAR NO ESCURO

foto original de Lula Espírito Santo. Falar com você, sem te ver: fumar no escuro. Há um certo prazer, uma sensação de tato da fumaça nos […]
30 de julho de 2009

TUDO ISSO E UM POUCO NADA DISSO

/não quero deixar isso passar por mim/não quero deixar disso e passar por mim/não quero passar/não quero deixar/ não quero isso disso mas em mim/eu quero […]
30 de julho de 2009

INCONTESTE

tenho um germe. e a gripe me parece boa. me dá febre e fome de querer mais. me deixa leve, às vezes me engasga. e me […]
27 de julho de 2009

VOCÊ É FONTE (mesmo quando não está minando, mesmo quando não está defronte)

levou minha ventura, levou mas não ficou: descartou, jogou fora: no lixo, na esquina, no meio fio, no ar, jogou no mar. me deixou sem cartas, […]
21 de julho de 2009

DESGRAÇADO AMOR

“me ame como a um irmão: mentiras sinceras me interessam.” Cazuza. diga que sim, finja que não: me ame como a um amigo. todos os deslizes, […]
21 de julho de 2009

MEU QUERIDO DIÁRIO

Querido Diário, Hoje sou só sorrisos. Ainda tomo um remédio mas a distimia e a depressão estão irremediavelmente afastadas de mim. Casei, de novo, com uma […]
21 de julho de 2009

UM RETRATO SEM IMAGEM: SÓ SENTIMENTO.

Vi uma mulher chorar. Muito. Bem silenciosamente, chorando muito. Penso que por amor ou desamor, mas certamente de dor. Muita. Creio que coisa repente e automáticamente […]
21 de julho de 2009

UM POEMA TORTO

ENVIEZADO todos os meus deuses oram roldos dos meus nervos param lodos dos meus chãos remoçam toldos dos meus circos roçam os céus só de pensar […]
17 de julho de 2009

DO MEU CORAÇÃO À TUA MORADIA

Lembrei de um samba antigo que diz: Tristeza/por favor vá embora/minha alma que chora/está vendo o meu fim/fez do meu coração a sua moradia/já é demais […]
8 de julho de 2009

AMOR DÁ TRABALHO

Você havia, realmente, plena razão quando um dia, qualquer, me disse: o trabalho é o melhor remédio para distanciar o mal de amor, os males familiares, […]
 
 



        
Digital-Design- logo
Scroll Up